" A inquietude não deve ser negada, mas remetida para novos horizontes e se tornar nosso próprio horizonte."
Edgar Morin

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Imagética

            Poesia concreta
           Arnaldo Antunes


            Metamorfosear

FRAGMENTO ARTIGO O POPULAR/ 12 DE AGOSTO DE "2012"

       É ISTO AÍ...EU NÃO VOU
          PARAR DE TE OLHAR...
             (Ana Carolina)
Tempo... tempo...tempo...
É necessária uma ampla desintoxicação dos poderes que compõem o Estado Brasileiro. Não apenas o judiciário, ele é um dos apêndices da superestrutura do Estado em processo corruptível virótico. A situação em foco que subestima e fere o lócus republicano é mais complexa. Os poderes da República instituídos pela carta magna de 1891 e ratificados nas outras reformas da mesma até 1988, estão se contorcendo para expulsar, do ventre da República o embrião Estado Democrático de Direito. Para parí-lo ainda é necessário à "adequação" dos poderes do Estado ao Ethos da mínima ética; impossível? Eu como historiadora tenho a absoluta certeza que NÃO. "Os inescrupulosos homens que atuam nos poderes do Estado tombarão quando da deflagração de uma faxina". "A qual está próxima" (dentro dos próximos 10 anos ou menos) de ser realizada pelas forças da reação popular. O Povo brasileiro vem construindo sua identidade cidadã crítica e tendo acesso ao conhecimento dos seus direitos pátrios.
Ano de 2017 ????
Onde estou?
Parece que aqui tinha um tal Lula, um tal Aécio, Temer e cia? Hah!! Não...Devo estar no país das Maravilhas OU NO JARDIM DO TORQUATO.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

LULA SEM SAÍDA II

Avisei...
Desembargador Thompson Flores Presidente do TRF-4a elogia sentença de Moro a Lula e define que até 08/18 proclamará a sentença. CONCLUSÃO:  LULA NÃO CONCORRERÁ AS ELEIÇÕES DE 2018 E SERÁ PRESO.

LULA SEM SAÍDA


Desembargador João Pedro Gebran Neto é o relator na TRF-4a(caneta pesada). Lula está nas mãos deste Magistrado em um dos quatro inquéritos em trâmite contra O Ex-presidente (Sem saída).

terça-feira, 6 de junho de 2017

IMAGÉTICA/HISTÓRIA RECENTE DO BRASIL


























Registro da História Política e Jurídica do Brasil.

O julgamento no TSE para cassação da chapa eleitoral de Presidente e Vice-Presidente é o primeiro de que ocorre na História do Brasil.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

POLÊMICA. DELAÇÕES: É EXCELENTE ESTRATÉGIA, PORÉM ESCAPATÓRIA.
O poder do capital da JBS. Seus"principais" negócios estão nos EUA, EUROPA, AUSTRÁLIA...etc. AGORA LIVRES, SEM TORNOZELEIRAS que os liguem ao Brasil.
A família  Batista de Anápolis/GO já  havia conquistado o mundo. Após delação deixarão o  "RESTO DO RESTO"  NO BRASIL para os financiadores, via BNDS, os cidadãos brasileiros.
Administrarão do "estrangeiro" suas instalações industriais de vários segmentos produtivos (carne, couro, biodiesel, trading, embalagens, ambiental, gordura, etc.). SEU IMPÉRIO  PELO MUNDO ESTÁ MAIS SÓLIDO DO QUE NUNCA "com o dinheiro público  brasileiro".  Delataram... VALEU?... O Tempo responderá... Mas é certo que a JBS se consolidou como um dos mais importantes conglomerado industrial do mundo.

O BRASIL NADA TEME

 
Gravíssimo  sim, o áudio... só de um presidente  receber um empresário investigado na sua Residência Oficial, "ao apagar das luzes"... ouvir, concordar, consentir comentários  de informações "privilegiadas"   sobre a Operação  lava-jato; vazar  taxa de juros de 1% do BC; comentar com empresário: "está  de olho nos dois né?" - juízes; se silenciar diante aliciamento de um Procurador; conceder solicitação  ao empresário em ter acesso ao ministro
Henrique Meirelles,
CADE, e outros.
É   estapafúrdio  e absurdo; uma imoralidade; uma conivência com a obstrução da justiça, consentimento...
Chegamos  até, perceber uma imponderável e "estranha" subserviência, impotência do Gestor do Executivo diante do empresário (o qual o tratava de você...fiz isto  e aquilo...procurei fuluno...e o Chefe do executivo em tudo concordava).
Uma Ofensa enfática e irreparável de um "presidente e chefe de Estado" à  República Brasileira. Renúncia? Cassação  da Chapa pelo TSE? Impeachment? Diretas ou indiretas? ..." HOJE" me
Limitei a  este comentário... pois sabemos que tem muito mais amanhã, depois e depois...para longas análises. Finalizo, com UMA intertextualidade   da assertiva Positivista (slogan governo Temer):
"ORDEM E PROGRESSO",  me permito: "PROGRESSO MORAL E ORDEM PÚBLICA"

OBSERVAÇÃO: FHC, Aécio &, Lula, Dilma& Cunha, Cabral, Eunício, Renan &, Maia & e o Congresso corrupto &... TODOS  deverão  responder seus crimes  perante o ordenamento constitucional, nas devidas instâncias julgadoras, sob os  títulos e artigos  do direito penal. Historiadora Juliane Gomide.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

PLS 280 - PREVÊ NORMAS PENAIS QUE AMEAÇAM A IMPUNIDADE



VOCÊ SABE QUE O PLS 280 - PROJETO DE LEI DE ABUSO DE AUTORIDADE - AUTORIA DE RENAN CALHEIROS prevê, entre outras normas penais, a detenção de um a quatro anos ao juiz que decretar condução coercitiva de investigado "manifestamente descabida". A mesma punição é prevista à autoridade que "executar a captura, prisão ou busca e apreensão de pessoa que não esteja em situação de flagrante delito". O projeto é considerado por alguns parlamentares como um freio a "abusos" de operações como a Lava Jato. Para outros, é uma ameaça de impunidade.

Juristas enviam Moção de desagravo aos Senadores sobre o projeto lei de abuso de autoridade

Abaixo, na íntegra Monção contra o projeto de lei  de abuso de autoridade, encaminhada pelos juristas a todos gabinetes dos senhores senadores:

 Nação Brasileira recusa a manobra de retaliação contra a Operação Lava Jato representada pelo projeto de Lei de Abuso de Autoridade, de autoria do Senador Renan Calheiros (PMDB/AL) e relatado pelo Senador Roberto Requião (PMDB/PR).

A CCJ ao, eventualmente, aprovar este projeto, estará insuflando uma revolta política de consequências imprevisíveis.
O Senado não tem o direito de desmoralizar e destruir as instituições do país para proteger as dezenas de Senadores investigados por práticas continuadas de corrupção.

A Cidadania brasileira espera que o Senado Federal não se transforme numa organização de proteção aos políticos corruptos.

fonte: Veja.com