" A inquietude não deve ser negada, mas remetida para novos horizontes e se tornar nosso próprio horizonte."
Edgar Morin

sábado, 4 de outubro de 2014

REFLEXÃO: CORRUPÇÃO E TRANSPARÊNCIA DO ESTADO





O verdadeiro controle do governo somente ocorrerá  efetivamente se suas ações forem fiscalizadas pelo cidadão. Portanto, as crescentes delinquências do homem público tornam necessária uma política da transparência que permita submeter o Estado e seus agentes ao controle da cidadania. 
Enquanto não ocorre, soa a voz do grande poeta: "... Eu sinto a nostalgia da imoralidade” (Machado de Assis)... Juliane Gomide.