" A inquietude não deve ser negada, mas remetida para novos horizontes e se tornar nosso próprio horizonte."
Edgar Morin

terça-feira, 23 de julho de 2013

OS SEGREDOS DO VATICANO ( LIVRO) E CONHEÇA AQUI TRECHO SOBRE AS FUNÇÕES PAPAIS




O norte-americano Nino Lo Bello (1922-1997) pesquisou os detalhes da vida papal. O resultado da seleção de raridades e bisbilhotices não poderia ter outro nome: "O Incrível Livro dos Segredos do Vaticano e Curiosidades Papais".
O autor apresenta questões históricas sobre o alto escalão da Igreja Católica, como, por exemplo, se houve um papa judeu, o salário do sumo pontífice e se existe "impeachment" dos papas.
Além disso, o volume traz o nome do verdadeiro estilista das estranhas fardas usadas pela guarda suíça, que, segundo o autor, não foi Michelangelo, como muitos imaginam.
abaixo as funções papais, trecho extraído do exemplar:

     O papa pode fazer o seguinte:



  • aprovar ou sancionar ou suprimir ordens religiosas;
  • conceder indulgências;
  • beatificar ou canonizar santos;
  • nomear bispos e designar cardeais;
  • erigir, administrar, alterar ou suprimir dioceses;
  • indicar bispo auxiliar para bispo incapacitado;
  • fundar e legislar universidades pontifícias;
  • publicar livros litúrgicos;
  • administrar os bens temporais das fundações eclesiásticas;
  • erigir e governar missões dependentes da Santa Sé;
  • convocar, presidir e cancelar concílios ecumênicos;
  • determinar os dias santos e festas católicas;
  • introduzir novos ritos e abolir antigos;
  • promulgar ex cathedra decretos sobre a fé;
  • introduzir, alterar ou suprimir leis eclesiásticas sobre qualquer assunto;
  • defender a doutrina contra as heresias;
  • dispensar de votos e juramentos os membros de ordens religiosas que desejam voltar à vida secular;
  • conceder dispensas matrimoniais;
  • agir como um tribunal;
  • estabelecer regras para os processos judiciais;
  • estabelecer censuras e punições;
  • organizar tribunais para ouvir causas judiciais;
  • organizar tribunais ou designar juízes sinodais para a diocese de Roma.Fonte: JORNAL FOLHA de SÃO PAULO